Wednesday, 20 September 2017

Surprise! Surprise!!



Hoje foi a inauguração das lojas de departamento Hudson's Bay em Almere ( no resto dos Países Baixos também). E não é que, inesperadamente, dou de caras com esta marca portuguesa? Fiquei tão contente!!

Monday, 18 September 2017

Katwijk aan Zee


Deste Verão de 2017, foram só 3 dias de Katwijk aan Zee...

Ficam as dunas suaves e o mar azul no olhar, na memória, na pele e no sorriso.

As fotografias foram tiradas por telemóvel.












Wednesday, 13 September 2017

Os céus nublados holandeses


Das nuvens. 
Eu gosto muito das nuvens deste país. 

Do Outono que já se faz sentir. 
Entre o antigo e o contemporâneo.




Amesterdão, 3 de Setembro de 2017








Almere, 09 de Setembro de 2017






NB: Fotografias tiradas com telemóvel.


Monday, 4 September 2017

Em Leiden



No dia do aniversário do meu marido, fomos até Leiden, uma cidade que aprendi a conhecer pelas mãos da Agnes (através das sugestões que ela aqui deixou no blogue) A Agnes é uma compatriota nossa a viver em Oxford e cujo blogue recomendo muitíssimo (boa escrita, lindas fotografias, itinerários interessantes e observações úteis).


Leiden, que fica próxima de Haia, é, actualmente, uma das minhas cidades holandesas preferidas. Gosto dos bares de jazz e dos muros de poesia, onde também figuram poetas de Língua Portuguesa. E das galerias de Arte, inovadoras, onde encontramos também joalharia, bijuteria e acessórios de materiais variados, feitos à mãoUma cidade cheia de vida, com muitas esplanadas junto aos canais. E que, de certa forma, devido à presença dos estudantes da sua famosa Universidade, fundada em 1575, por William de Orange (o princípe que liderou a revolta contra o domínio espanhol (Habsburgos) nos Países Baixos, no século XVI), me lembra Coimbra. Ou Aveiro, pelos canais e as pontes e, sobretudo, pelo seu carácter acolhedor e luminoso.








O rico património arquitectónico da cidade encontra-se muito bem preservado.




Um dos muros de poesia...



Da Declaração Universal dos Direitos do Homem (1948), num dos muros da cidade. Neste caso, o Artigo 1.




Não deixei de achar curioso que o acaso do passeio a pé nos tivesse levado até este muro, tendo em conta os tempos que vivemos.

E, por isso, porque nunca é demais recordar, deixo-vos com este video.




Votos de boa semana!

NB: As fotografias foram tiradas com telemóvel.

Saturday, 2 September 2017

Voltas por aí ao longo deste ano


Não foram muitas. E todas aqui próximo e de curta duração.


AGOSTO


ALMERE

Junto ao restaurante Gasterij Oostvaarders, na Reserva Natural de Oostvaardersplassen.






JULHO


ROTERDÃO

Junto ao porto, quando fomos ver a  exposição "Genesis" de Sebastião Salgado, ao Nederlands Fotomuseum.





AMESTERDÃO

Churchilllaan (Avenida Churchill), na Rivierenbuurt, que fica próxima 

do Café Nata Lisboa e
 da casa onde a Família de Anne Frank viveu entre 1933 e 1942 .





JUNHO


WEESP

Situada entre Amesterdão e Almere. É um dos meus locais favoritos para dar caminhadas no Verão. Este ano, só fomos uma vez, e no entanto, é aqui tão perto..

Um dos meus restaurantes favoritos, o Weesperplein, fica próximo deste canal. Gostamos muito de jantar no quintal do restaurante, pois é muito acolhedor...






MARÇO


LEIDEN

Junto ao Volkenkundemuseum, as sakuras ou cerejeiras relativas à exposição "Cool Japan".
Desta vez, o passeio foi com uma amiga.
No mês passado, fomos os dois para ver a exposição, mas as sakuras já não estavam assim, claro.
Brevemente, mais fotografias sobre Leiden.





NB: Todas as fotografias foram tiradas com telemóvel.



Bom fim-de-semana!




Thursday, 31 August 2017

Flores e Visitas


E para terminar bem o mês, escolhi flores...

Nos Países Baixos, oferecer e receber flores é prática comum. Se vamos a uma festa de aniversário, visitar um amigo ou jantar a casa dele, levamos flores. Estas foram-me oferecidas já em casa, após o meu primeiro internamento. Não recebi muitas, pois, à época, limitei as visitas, uma vez que estava muito cansada devido à complexidade da cirurgia e aos efeitos da anestesia com que fiquei ainda uns dias (eu precisava mesmo de dormir e descansar). Assim, nunca tive mais do que uma visita de cada vez e em dias intercalados e só daqueles com quem convivo mais. Ninguém estranhou (ou levou a mal) e notei que é algo perfeitamente compreendido e respeitado por aqui. Mas gostei imenso das flores que recebi, claro! Ei-las aqui:


















No Hospital, pedi que não me levassem flores. Em contrapartida, recebi revistas (boa!, embora a energia para ler não fosse muita, a beleza das imagens já ajudava), blocos de notas ( que me deram imenso jeito nas conversas diárias com os médicos e as enfermeiras), uma garrafa de vinho (que abrimos semanas mais tarde para comemorar) e chás e produtos de beleza da Rituals, que só usei semanas depois, mas gostei imenso por me lembrarem que ainda podia ficar bonita, apesar do meu ar cansado e abatido e do cheiro da anestesia que me saia pelos poros.

Entretanto, também recebi cartões a desejar as melhoras, algo muito comum por cá, onde há postais para todas as situações e mais algumas. Depois, mostro. 


Bom fim-de-semana!

Wednesday, 30 August 2017

Da janela do hospital


Às vezes, encontramos a beleza nos locais e momentos mais inesperados.

Da janela do último quarto onde fiquei no hospital, nuvens e gaivotas.

Tive sempre a sorte de ficar junto à janela. Mas, só neste dia, fotografei.





Esta gaivota visitava-me muitas vezes ao longo do dia. Não sei se a fazer jus às 5 horas diárias permitidas de visita ...;-))




Gosto quando o Universo me envia momentos como estes. Muitas vezes, quando mais preciso.